O crescimento do mercado de hidromel está com tudo!

O crescimento do mercado de hidromel está com tudo!

Uma década após o ressurgimento da cerveja artesanal, o mercado de bebidas alcoólicas testemunha o crescimento no mercado de hidromel. Graças em parte a sabores complexos que variam do doce e um ABV que pode chegar a 18%. A bebida fermentada naturalmente isenta de glúten composta de mel e água está saindo das Feiras Renascentistas e da zona de conforto caseira para o público em geral. Lojas abrem no país todos os dias e os fabricantes estão vendo a demanda dos clientes aumentar dia a dia.

A história está se repetindo e é hora de você escolher o seu bar.

“Embora o hidromel remonte há 9.000 anos, ele é novo para o grande público”, diz Sergio Moutela, proprietário da Melovino. Creditando o interesse dos “millennials” ao artesanal em todo o país e fazendo com que sua região de Nova Jersey seja a de crescimento mais rápido nos EUA e o mais premiado do mundo. “Eles não querem que lhe digam do que gostar. Por outro lado, eles preferem tentar descobrir coisas novas por conta própria. É isso é o mais importante. Não é apenas o que os Vikings bebiam ou o que é servido nos festivais renascentistas. Sua história é respeitada e honrada, mas o futuro do hidromel é aqui e agora”.

Os consumidores também estão interessados ​​no apelo local do hidromel, diz Michelle Spohnheimer, do Buzzed Bee Meadery. Em Iowa, ela possui uma adega que trabalha com produtores locais de mel. “Descobrimos que nossos clientes também apreciam nosso apoio em manter os negócios locais”, diz ela.

Wayne e Michelle Spohnheimer do Buzzed Bee Meadery

O meadmaker Bill Cavender, da Universidade Black Heath, em Richmond, Virgínia, diz que o aspecto local é uma força motriz. Assim como a conscientização dos consumidores sobre a situação das abelhas e da cultura pop, como Harry Potter e outros.

Interesse Crescente

Esse crescente interesse tem em Jeff Herbert, proprietário da Superstition Meadery, o primeiro do ramo no Arizona, a chamar o hidromel de “o menor, mas de mais rápido crescimento no setor de bebidas alcoólicas dos EUA”. E ele vê isso em primeira mão. A Superstition fez 300 galões / ano em 2012, e está em vias de produzir 20.000 galões em 2017. “Esse número vai mais que dobrar em 2018. E em 2019, planejamos produzir 100.000 galões de hidromel e sidra dura” diz ele.

“Acabamos de pegar uma onda com um potencial incrível em uma indústria divertida e sexy”, diz Herbert. “Como membro do conselho da American Mead Makers Association, ajudo a acompanhar o progresso do setor e, nos últimos 18 meses nos EUA, contabilizamos uma nova inauguração a cada três dias”.

 

Crescimento do mercado aquece a produção da Superstition Meadery. Equipe envolta em barris e equipamentos

Superstition Meadery

Michael Faul, da Rabbit’s Foot, diz que quando a empresa começou a produzir hidromel em 1995, haviam 12 vinícolas produzindo. “Fomos a primeira hidromelaria a fazer hidromel, cries e braggots, ou cerveja de mel”, diz ele. Observando, desde então, o aumento da cerveja artesanal e da sidra, “há cada vez mais pessoas pulando na onda”.

Bill Wrobel, da Dragonmead Microbrewery, atribui a abertura de hidromelarias dedicadas em Michigan, com os clientes sendo capazes de ter um gostinho do que o hidromel é, e direcionar os negócios para a cervejaria que ele abriu com seu sogro e padrinho em 1997.

Crescimento Acelerado do Mercado

Outro membro do conselho da AMMA, Moutela também acompanhou o crescimento da indústria. Em 2016, diz ele, o número de lojas nos EUA cresceu para cerca de 280 lojas. Hoje, esse número já é superior a 520.

 

“Com a taxa de crescimento que vimos nos últimos três anos, eu esperaria que houvesse um número suficiente de lojas neste país daqui a 10 anos, a menos que você esteja vivendo sob uma rocha, você certamente saberá e / ou provará o hidromel”, diz ele. “Isso se tornará uma parte normal da conversa e incluída nas mesmas frases como cerveja, vinho e sidra.”

Herbert diz que, embora ninguém conheça todo o potencial do hidromel, ele está confiante de que está aqui para ficar. “Na Superstition, nossa missão é reintroduzir a bebida no mercado, e tudo o que fazemos está a serviço dessa missão. Não estamos sozinhos nesse esforço, e tanto o mercado doméstico quanto o internacional estão entrando nos melhores festivais, bares de cervejas artesanais, lojas de garrafas e cardápios em ótimos restaurantes”, diz ele. “Em cinco anos, aposto que todo consumidor de cerveja artesanal pelo menos experimentará um hidromel”.

Sinergia com pratos e drinks

Wrobel concorda, dizendo que a educação do cliente através de degustações e competições amaducerá o segmento nos próximos cinco anos. Os clientes já estão procurando por hidromeis nos cardápios dos restaurantes, por exemplo.

Isso já está acontencedo, principalmente graças à facilidade de harmonização com pratos. O hidromel do Rabbit Foot Meadery foi o primeiro a ser servido em um restaurante três estrelas Michelin, o French Laundry, na Califórnia, por exemplo. O melomel de morango da Melovino, Solo Fragola Mead, recentemente fez história no James Beard House em Nova York, quando foi o primeiro hidromel a aparecer em um cardápio ao acompanhar um prato de rocambole de galinha-da-índia sobre polenta cremosa.

 

Mel sendo derramado nos fermentadores e pronto para fermentar na fabrica da Melovino

Produção de hidromel na Melovino Meadery

Alta Versatilidade

“O hidromel é super versátil, mesmo que haja doçura”, observa Moutela. “Desde que seja uma doçura equilibrada, com acidez natural e taninos, até mesmo um hidromel doce pode harmonizar incrivelmente bem com a comida. Um exemplo perfeito é que a maioria de nós, em algum momento de nossas vidas, já comeu pizza com refrigerante… Mesmo alguns dos mais doces hidromeis contêm apenas cerca de metade do açúcar de qualquer lata de refrigerante no mercado. Se você acha que pizza e refrigerante combinam muito bem, confie em mim, hidromel e comida são ótimos”.

Faul diz que é essa qualidade de harmonização que torna o hidromel adequado para qualquer cardápio de restaurante. “Hidromel é um ótimo acompanhante para muitos pratos”, diz ele. “É um ótimo mixer em qualquer bar de coquetéis”.

Ou até mesmo um substituto do coquetel, Wrobel diz: “Hidromel é uma bebida que pode parecer um coquetel, sem esforço. Basta abrir a garrafa e experimentar combinações de sabores únicos”.

Herbert diz que com a popularização do hidromel, os restaurantes que o estocam se destacarão entre os concorrentes. “Será uma declaração de que eles são um estabelecimento progressista e que estão à frente das tendências”, diz ele. “Hidromel faz alguns dos deliciosos cocktails que eu já provei, e há um estilo de hidromel que harmoniza perfeitamente com qualquer prato. Mais importante ainda, com um pouco de treinamento de pessoal, o hidromel vende”.

O fato do hidromel ter evoluído desde as suas doces raízes até versões secas e até espumantes, faz com que seja uma venda fácil para um cliente que procura algo diferente.

Apesar de tradicionalmente ser uma bebida feita apenas de mel e água, Moutela ressalta que, mais do que cerveja ou vinho, o hidromel pode ter o sabor de outros ingredientes, como frutas vermelhas ou até café expresso, que podem deixar o produto final seco, semi-doce ou doce.

Os cervejeiros certamente se divertem experimentando. E isso contribui ainda mais para o crescimento do mercado de hidromel. Alguns dos hidromeis mais criativos de Melovino incluem o Nice As Pie, feito com fermentação de mel com sidra de maçã local recém-espremida e envelhecido com canela vietnamita e vagens frescas de baunilha de Madagascar, e o PBJ Sammich, uma pasta de amendoim e geleia feita com amendoim torrado, mel e suco de morangos e framboesas.

A Superstition também faz um hidromel de geléia de manteiga de amendoim, uma bebida gelatinosa com um acabamento suave que Herbert recomenda harmonizar com tudo, desde frango e waffles.

A BBBM, por exemplo, faz um hidromel de jalapeno chamado Sweet Heat que Spohnheimer compara a geléia de pimenta. “O doce do mel combina com o jalapeno fresco, criando uma bebida única e agradável”, diz ela. “Adoramos trabalhar com combinações de sabores incomuns, como amora e gengibre, chocolate e café. Cada lote é pequeno, então nos permite ser criativos e experimentar novas idéias ”.

 

Multidão na festa da cerveja em Copenhagem comprova o crescimento do mercado de hidromel

Celebração da Cerveja Mikkeller Copenhagen 2017

Estilos e gostos para todos

Com tantos estilos e gostos diferentes, os produtores dizem que há, portanto, um hidromel para todos.

“Há uma abundância de hidromel incrível lá fora”, diz Moutela. “Não desista. Você certamente encontrará um novo mundo de sabores que nunca provou antes”.

Herbert ressalta que a etimologia da palavra surpreendente (amazing, em inglês) na verdade encontra suas raízes no hidromel, que já foi servido em um recipiente chamado mazer. É um fato que ele diz que reflete o entusiasmo em torno da bebida em primeiro lugar.

“O crescimento do mercado de hidromel é devido porque é um produto incrível”, diz ele. “O hidromel é delicioso, e a variedade de estilos vai de seco a doce, ainda a espumante, de saboroso à bebida mais complexa que jamais passará pelos seus lábios”.

Herbert diz que não há dia como o presente para dar uma chance ao hidromel.

“Se você não tiver tempo para verificar o que a indústria de hidromel está fazendo, você perderá”, diz ele. “Embora, se você é novo no hidromel, o dia 5 de agosto é o Dia Nacional do Hidromel, assim comece uma nova jornada. Quem sabe o que você vai descobrir?

 

Autor: Meghan Kavanaugh

Tradução: Alexandre A. Peligrini

Fonte: https://upserve.com/restaurant-insider/Best-of-2017-mead-is-poised-to-make-a-big-comeback-in-2018/

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *